Avanços na mobilidade urbana de Salvador: ciclovias, BRT e ônibus elétricos transformam a cidade

376
Publicidade

A Prefeitura de Salvador tem planos ambiciosos para melhorar a mobilidade urbana na cidade.

Em agosto, será lançado o Plano Cicloviário, resultado de um amplo debate com a população, que visa aumentar a extensão das ciclovias para 780 km, proporcionando uma maior integração com esse modal.

Atualmente, Salvador já conta com quase 300 km de ciclovias, um salto significativo desde 2013.

Outro projeto importante é a entrega do maior terminal público de recarga de ônibus elétricos do Brasil, que será inaugurado na região da Estação Rodoviária.

A implantação desse terminal está quase concluída, e ele deve começar a operar em agosto.

Com o avanço das obras do trecho 2 do BRT, a Prefeitura estuda a construção de outro terminal de recarga próximo à Estação da Lapa.

Além disso, o segundo trecho do BRT, que vai ligar a região do Cidade Jardim até a Estação da Lapa, está com obras avançadas e tem previsão para entrar em funcionamento no início de 2024.

Para operar esse trecho, a Prefeitura também planeja ampliar a frota de ônibus.

Durante uma reunião com o prefeito Bruno Reis, foram discutidas diversas intervenções viárias, como a implantação da linha B3 do BRT, que fará um trajeto circular pelo Caminho das Árvores e pela Pituba, e melhorias na região do Shopping da Bahia, incluindo a inauguração do pontilhão Marcos Freire.

O objetivo é proporcionar uma cidade com melhor qualidade de vida, menor tempo de deslocamento para os moradores e uma maior integração entre todos os modais de transporte público.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui