BRT completa um mês de integração ao sistema de transporte de Salvador

180
BRT Salvador
Ônibus do BRT Salvador (Foto: Divulgação)
Publicidade

O BRT de Salvador completou, no domingo (11/12), um mês de operação integrado com os outros modais de transporte coletivo da cidade. A ação dá direito ao usuário de, mediante o pagamento de uma única tarifa no valor de R$ 4,90, dentro do período de 2 horas, também utilizar os ônibus metropolitanos, os ônibus do Subsistema de Transporte Especial Complementar (Stec) – mais conhecidos como “amarelinhos” – e o metrô.

Funcionando diariamente de 6h às 22h, com 12 veículos, dois dos quais elétricos, o BRT conduz o passageiro da Estação Rodoviária à Estação Itaigara em 10 minutos. E três minutos é o tempo de espera entre dois ônibus do BRT em uma de suas estações nos horários de pico, ou seja, entre 7h e 9h e entre 16h e 18h.

De acordo com a Secretaria de Mobilidade de Salvador (Semob), desde que começou a fazer parte do sistema de integração do transporte coletivo de Salvador, no dia 11 do último mês até o dia 5 do mês corrente, o BRT transportou cerca de 315 mil pessoas na capital baiana.

Novo trecho em 2023

Além da Linha 1, que percorre as estações Rodoviária, Hiper, Cidadela, Parque da Cidade e Itaigara, com extensão prevista até a orla da Pituba (nas imediações da Praça Nossa Senhora da Luz), o BRT deve contar ainda com a Linha 2, a ser entregue até o fim de 2023, com início na Estação da Lapa, passando pelas novas estações Vasco da Gama, Ogunjá, HGE, Rio Vermelho, Pedrinhas e Cidade Jardim.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui