Campanha orienta passageiros do metrô baiano para ações de segurança e cidadania

1335
Foto: Divulgação
Publicidade

Aguardar o desembarque de passageiros do trem antes de embarcar, ceder os assentos e elevadores preferenciais para quem precisa, deixar a esquerda livre nas escadas rolantes. Essas são algumas das orientações do programa Embarque Consciente, realizado pela CCR Metrô Bahia para garantir mais segurança, conforto e bem-estar dos clientes utilizam o metrô baiano. A campanha estimula a prática de atitudes cidadãs, que pode promover, inclusive, a diminuição do tempo de viagem nas linhas.

Todas as estações de metrô já contam com a comunicação visual no chão das plataformas – que indica com uma seta a saída do trem e orienta os passageiros que aguardam para embarcar a se posicionarem na região lateral das portas dos vagões, deixando a área central livre para o desembarque. Como parte da estratégia de divulgação, a concessionária também veicula a campanha nas TVs dos trens e faz o reforço com avisos sonoros.

“Buscamos melhorar a experiência do nosso cliente dentro do Sistema Metroviário, estimulando a prática de atitudes cidadãs e o cuidado com os outros passageiros. Essa é uma ação que traz muitos benefícios para todos que utilizam o metrô”, explica o superintendente de Operações da CCR Metrô Bahia, Júlio Freitas. “A melhoria do fluxo de embarque e desembarque também pode diminuir o tempo de parada dos trens nas plataformas, deixando as viagens ainda mais rápidas”, completa.

Pesquisa revela atitudes mais gentis para quem usa o metrô baiano

Em 2022, a CCR Metrô Bahia realizou com os clientes do metrô baiano a pesquisa “Gentileza na Mobilidade” para saber quais atitudes eles consideram mais gentis durante a viagem. Entre os resultados do levantamento a iniciativa mais destacada foi “deixar o assento preferencial livre” (75,9%). A ação é considerada importante, inclusive, para os clientes mais jovens, entre 18 e 34 anos. Em segundo lugar aparece a ação “esperar as pessoas desembarcarem para entrar”, com 65,8% das respostas.

Outras atitudes que apareceram como destaque foram: “não jogar lixo nos trens, estações e ônibus” (55,5%), “liberar o uso do elevador para os prioritários” (52,6%) e “oferecer o assento não prioritário para pessoas prioritárias” (50,5%). No total, foram entrevistados mais de 750 passageiros entre os dias 31 de outubro e 4 de novembro.

A concessionária baiana também realiza periodicamente pesquisas internas com clientes do Sistema Metroviário de Salvador e Lauro de Freitas. Somente em 2022 foram aplicados mais de 8,5 mil questionários. “Com as pesquisas nós conhecemos cada vez mais o nosso cliente, entendendo também de que forma podemos melhorar ainda mais o serviço oferecido”, destaca Júlio Freitas.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui