Grupo de ferroviários protestam em frente à antiga estação da Calçada

4933
Foto: Reprodução/TV Bahia
Publicidade

Um grupo de ferroviários demitidos após o encerramento do serviço de trens em Salvador, realizou um protesto na manhã desta quinta-feira, dia 07 de julho de 2022, em frente à antiga estação da Calçada.

Os manifestantes dizem que existe um impasse no plano de demissão incentivada e reclamam por causa da retirada de horas extras.

Todos os ferroviários foram dispensados em fevereiro deste ano, quando o serviço de trem foi desativado. Desde então, há um impasse entre a categoria e a Companhia de Transportadores do Estado da Bahia (CTB), que era responsável pela gestão do transporte ferroviário.

Em nota ao G1 Bahia, a CTB informou que as negociações relacionadas ao plano de desligamento incentivado estão sendo realizadas em observância à segurança processual, orçamentária e jurídica necessárias e os passos continuarão a ser comunicados aos funcionários e ao sindicato que representa os trabalhadores.

Ainda de acordo com a CTB, no mês de maio foi assinado um acordo coletivo com validade até maio de 2023.

Os trens que faziam o transporte no subúrbio de Salvador foram desativados para dar início a uma etapa das obras do Veículo Leve de Transporte (VLT).

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui